Sete pessoas, entre as quais uma criança de oito anos, foram esmagadas por dois elefantes que vagueavam numa vila próxima do Parque Nacional de Liwonde, no Malaui, anunciou fonte da polícia local.

 

Os paquidermes, que saíram do seu habitat natural, esmagaram o menor, um homem de 75 anos e outras cinco pessoas que não conseguiram escapar-lhes, num incidente descrito por um porta-voz da polícia como o pior de sempre envolvendo elefantes neste país.

 

«O problema é que os moradores têm vandalizado a cerca de arame farpado que mantém os elefantes afastados», explicou Andrew Mayawo, da polícia do distrito de Maching.

 

Posteriormente, os elefantes foram conduzidos de volta para o parque nacional com a ajuda da polícia e especialistas em meio ambiente, disse.