O primeiro-ministro da Malásia, Najib Razak, está a ser criticado após terem sido divulgadas fotos em que aparece a jogar golfe com Barack Obama durante as inundações que duram há mais de uma semana e causaram mais de 100.000 deslocados.

De acordo com o último balanço, as chuvas intensas registadas desde 16 de dezembro levaram à retirada de 100.000 pessoas, a maioria no nordeste, informou a agência de notícias estatal Bernama. Pelo menos cinco pessoas morreram na sequência das inundações.

O primeiro-ministro malaio convocou equipas de resgate para prestarem assistência às vítimas, incluindo na entrega de água e comida. Mas o próprio Najib Razak ficou sob fogo quando foram divulgadas fotos em que aparece a jogar golfe com o presidente dos Estados Unidos no Havai, com a população a questionar a razão pela qual ele não estava na Malásia para lidar com a crise.

As vozes críticas chegaram também à ação do governo, acusado de não ter dado uma resposta rápida o suficiente à crise e por não ter declarado o estado de emergência nas regiões mais atingidas.

«O primeiro-ministro precisa de fazer uma pausa. Ele tem trabalhado muito e é justo dizer que ele também é um ser humano. Não se preocupem que eu estou no comando», disse o vice-primeiro-ministro, Muhyiddin Yassin, citado pelo New Straits Times.