Um casal foi detido quinta-feira devido às várias suspeitas que apontam para um roubo de cerca de 26 mil euros das contas bancárias de dois malaios e de dois chineses, vítimas do voo MH370, afirmou Zainuddin Ahmad, um agente policial de Kuala Lumpur, à agência de notícias AFP.

A polícia está, também, à procura de outro suspeito, um homem paquistanês, que poderá ter recebido parte do dinheiro através de uma transferência online.

No dia seguinte ao desaparecimento do avião, o ministro malaio dos Transportes e da Defesa, Hishamuddin Hussein, informava que quatro passageiros do voo que descolou de Kuala Lumpur rumo a Pequim, e que 40 minutos depois desapareceu dos radares, estariam sob investigação.