As autoridades espanholas localizaram esta quinta-feira, em Torrejón de Ardoz, perto de Madrid, um jovem italiano, de 26 anos, que estava desaparecido desde 2011.

Natural de Palermo, Marcello Volpe estava a ser procurado pela Interpol e constava do banco de dados de pessoas desaparecidas, o que permitiu à polícia espanhola descobrir o paradeiro da sua família.

Foi encontrado a vaguear pelas ruas da cidade, descalço, sujo e desorientado, e de acordo com a polícia, não conseguia falar, só comunicava através de gestos.

As autoridades conseguiram entrar em contacto com a mãe, a quem enviaram várias fotografias de Marcello, e a mulher identificou-o prontamente como sendo seu filho.

Os familiares do jovem, que vivem na Sicília, deslocaram-se até Roma para o reencontro, ao fim de seis anos de angústia.

Os meios de comunicação italianos já tinham divulgado que em setembro do ano passado, o jovem tinha sido visto a 80 quilómetros de Bolonha, Itália.