Dois jovens de Madrid decidiram gravar, com uma câmara oculta, a prova necessária para obter uma licença para tocar nas ruas da cidade.

Identificados como «Potato Omelette Band», os dois jovens tocaram uma música irónica, cuja letra faz escárnio da lei madrilena, que obriga os artistas de rua a obter uma aprovação para poderem atuar.

«Aprendemos mais em seis meses na rua do que em 16 anos de conservatório», cantam os jovens.

O vídeo começa por especificar o propósito da iniciativa e alerta que o «júri» não se identificou, nem explicou quais os critérios necessários para tocar na ruas, tentando expor as «falhas» da lei.

«Obrigado presidente da câmara por fechar e privatizar os nossos teatros, por fechar as nossas salas de concertos a pouco e pouco, por permitir que façamos uma prova para tocar na p*** da rua», diz a canção, uma versão alterada de «No hay nadie como tú» dos Calle 13.