Os sul-africanos formavam esta manhã longas filas em Pretória para a derradeira despedida de Nelson Mandela, antes da partida do cortejo fúnebre para a terra natal do antigo líder, em Qunu, onde será enterrado no domingo.

«Ver [Nelson Mandela] uma última vez deixa-me verdadeiramente feliz», disse Tieho Motspai, citado pela agência AFP, quando aguardava com a mulher na fila, que tinha milhares de pessoas, algumas deitadas no chão, desde a 01:00 (23:00 de quinta-feira em Lisboa).

Este admirador do antigo líder da luta anti-apartheid indicou que, depois de ver o seu Presidente, como se referiu a Mandela, regressará a casa, na localidade de Frankfurt, a três horas de distância de Pretória.