Duas meninas, de três e cinco anos, foram encontradas mortas, no domingo à tarde, num apartamento de serviço de uma brigada da polícia francesa na região de Lyon, avança à agência France Presse que cita fontes das autoridades

De acordo com a mesma fonte, as duas crianças foram encontradas mortas na cama por volta das 18:00 de domingo pela mãe, que avisou as autoridades. Apesar dos esforços, não foi possível salvar as crianças.

O pai das crianças é um agente da polícia em Limonest e que a família vivia num bairro residencial de polícias. A família estava junta no apartamento e as meninas tinham ido descansar no quarto. Cerca das 18:00, numa altura em que o marido não estava em casa, a mãe deu o alerta.

A imprensa francesa avança que a mãe, que foi conduzida em choque ao hospital, é a principal suspeita da morte das crianças. O marido terá pedido o divórcio e, numa crise familiar, a mulher envenenou as duas filhas. 

As autoridades abriram um inquérito para "investigar as causas da morte".