O Partido dos Trabalhadores aprovou esta quinta-feira por unanimidade a candidatura de Lula da Silva à presidência. 

"Eu aceito a nomeação de pré-candidato do Partido dos Trabalhadores", afirmou o ex-presidente brasileiro, durante a reunião da direção nacional do PT, em São Paulo.

O partido de Lula pretende enviar uma mensagem de apoio forte e inequívoca, um dia depois de o ex-presidente brasileiro ter visto confirmada e até aumentada a sua pena de prisão por crimes de corrupção e branqueamento de capitais.

Esta quarta-feira, Lula da Silva foi condenado a 12 anos e um mês de prisão pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região.

À entrada da reunião, o ex-presidente do Brasil foi recebido em euforia pelos seus apoiantes.