Lula da Silva está a passar a noite no Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo, “guardado” por dezenas de militantes do Partido dos Trabalhadores, que também se encontram no local.

Esperava-se que o ex-presidente brasileiro falasse aos apoiantes, mas até agora apenas Dilma Rousseff o fez.

“[A prisão decretada pelo juiz Sérgio Morto] faz parte do golpe que começou quando me tiraram da Presidência e colocaram no Planalto uma quadrilha.”

 

#LulaValeALuta #ResistaLula Esta sexta é dia de lutar pela democracia, todas e todos a São Bernardo! Também haverá manifestações em diversas cidades do país: • RIO DE JANEIRO – Candelária, 17h • SÃO PAULO – MASP, 17h • ARACAJU – Praça General Valadão, 16h • BELÉM – Mercado São Brás, 16h • BELO HORIZONTE – Praça 7, 16h • BRASÍLIA – Praça Zumbi dos Palmares, 17h • CUIABÁ – Praça Alencastro, 16h • FORTALEZA – Praça da Getilandia, 15h • GOIÂNIA – Praça dos Bandeirantes, 16h • JOÃO PESSOA – Lyceu paraibano, 14h • NATAL – Midwall, 16h • PALMAS – Memorial Coluna Prestes, 16h • PORTO VELHO – Praça das Três Caixas D’água, 16h • PORTO ALEGRE – Esquina Democrática, 17h30 • RECIFE – Praça do Derby, 16h • SALVADOR – Iguatemi, 16h • VITÓRIA – UFES, 16h • Vitória da Conquista - Pça Barão do Rio Branco, 17h • Governador Valadares – Praça dos Pioneiros, 17h • Juiz de Fora – Em frente a Câmara Municipal, 16h30 • Ouro preto - Praça Tiradentes, 16h • Uberlândia – Praça Ismene Mendes (Tubal Vilela), 16h • Montes Claros – Praça da Estação, 15h • São João Del Rey – Coreto, 16h • Viçosa – 4 pilastras UFV, 17hr • Caxambu – Sindute, 09h • Ubá – Sindicato dos Marceneiros, 17h

A post shared by Dilma Rousseff (@dilmarousseff) on

Recorde-se que Lula da Silva tem que se entregar à Polícia Federal brasileira até às 21:00 (hora de Lisboa) desta sexta-feira.

Segundo uma mensagem do presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, citado pela Folha de S. Paulo, Lula não deverá entregar-se. Wagner Santana prometeu mesmo que a polícia será travada se tentar entrar na sede do sindicato para levar o ex-presidente.

Já o senador Lindbergh Farias, do Partido dos Trabalhadores, que falou durante a madrugada aos jornalistas, garantiu que Lula da Silva ainda não tomou a decisão final.

"O presidente ainda não decidiu o que vai fazer, ainda não decidiu nada. Ele está aqui no Sindicato dos Metalúrgicos, que é a casa dele, onde tudo começou.”

O que o espera na prisão

Lula da Silva deverá entregar-se na sede da Polícia Federal, em Curitiba, a mais de 400 quilómetros de onde se encontra. O juiz decretou que não serão usadas algemas.

Devido a ter sido presidente do Brasil, não deverá ficar numa cela, mas antes será colocado numa sala especial, que tem 15 metros quadrados e servia de dormitório para os polícias federais.

Isto significa que Lula ficará isolado, sem contacto com outros prisioneiros, incluindo alguns que se encontram no local detidos também no âmbito da Operação Lava Jato.

No local, o ex-presidente terá uma casa de banho privada, uma cama e uma mesa, segundo a imprensa brasileira. Não há grades.

Agentes da Polícia Federal ficarão a vigiá-lo, por turnos, 24 horas por dia.

As visitas terão um horário especial, ou seja, serão iguais às dos outros prisioneiros, mas em horas diferentes. Terá ainda a possibilidade de sair da sala durante duas horas por dia para dar um passeio no exterior da prisão.

A prisão do ex-chefe de Estado está relacionada com um dos processos da Operação Lava Jato, o maior escândalo de corrupção do Brasil.

Lula da Silva foi condenado por ter recebido um apartamento de luxo como suborno da construtora OAS em troca de favorecer contratos com a petrolífera estatal Petrobras e sentenciado a 12 anos e um mês de prisão.