Um homem de Knoxville, Estados Unidos, ganhou 190 milhões de euros na lotaria, o maior prémio que alguma vez saiu no estado do Tennesse, mas recusou ficar com a totalidade do dinheiro. Roy Cockrum, de 58 anos, fez um voto de pobreza e, por isso, afirmou que vai utilizar a quantia em ações de caridade, escreve o «Independent».

Durante vinte anos, Cockrum trabalhou como ator e gestor de palcos de teatro. Depois de se ter retirado do mundo do espetáculo, tornou-se membro de uma comunidade religiosa em Massachusetts e fez um voto de pobreza.

«Acredito que a melhor forma de alguém se preparar para este tsunami de dinheiro é ter vivido durante vários anos sob um voto de pobreza. Dá-nos outra perspetiva», afirmou quando foi receber o prémio.

O norte-americano adiantou que parte do dinheiro vai ser utilizado para apoiar as artes performativas, acrescentando que pretende criar uma fundação com este enfoque.

«A minha missão agora é garantir que cada cêntimo, desta quantia, seja uma bênção para todos os que forem ajudados com este prémio», assegurou.