A polícia metropolitana de Londres comunicou na tarde desta quinta-feira ter detido um indivíduo de 41 anos, morador no bairro de Chelsea, um dos mais caros em Londres. É o suspeito de ter empurrado uma mulher para a estrada, na ponte Putney, onde quase foi atropelada por um autocarro.

Investigando um caso em que um praticante de jogging parece ter empurrado uma mulher para a via onde circulava um autocarro em Putney, a polícia fez uma detenção", refere o comunicado da autoridade.

A polícia metropolitana, que procurava o autor do empurrão que quase foi fatal para a mulher de 33 anos, acrescenta que o suspeito ficou detido sob custódia.

Caso quase fatal

O caso ocorreu a 5 de maio, mas só na passada terça-feira a polícia londrina divulgou imagens de câmaras de vídeovigilância, pedindo contributos de pessoas que pudessem levar à identificação do agressor.

Até aí, a polícia tinha sido incapaz de identificar o homem que empurrou uma mulher para a estrada, onde só os rápidos reflexos do motorista do autocarro conseguiram evitar o pior.

Após a divulgação das imagens das câmaras de vídeovigilância, na quarta-feira, a polícia recebeu "imensas respostas" ao seu apelo.

Um homem foi assim detido, sendo, para já, o principal suspeito da agressão.

A polícia londrina conclui, contudo, o seu comunicado desta quinta-feira, mantendo o "apelo para encontrar quaisquer testemunhas do incidente".