Mais de 500 pessoas ficaram retidas no London Eye no último sábado devido a um problema mecânico.

A roda gigante na margem sul do rio Tamisa parou, de acordo com a BBC, às 19:21 e as pessoas ficaram presas até às 22:40.

O incidente foi confirmado na página de Twitter The London Eye, que adiantou estar a reunir esforços para resolver o problema.

Algum tempo depois, voltou a usar o Twitter que todos aqueles que tinham ficado presos estavam bem e fora da roda gigante.

No entanto, um dos visitantes que estava no London Eye naquela altura denunciou, também via Twitter, as condições em que estavam: com frio, sem comida nem leite para os bebés.

Na imagem, podia ver-se um homem com um cobertor térmico que, segundo a empresa, faria parte dos kits de emergência disponíveis nas cabines.

A Merlin Entertainments, dona do London Eye, apresentou entretanto um pedido de desculpas pelo sucedido e garantiu que vai reembolsar todos os atingidos.

Um dos visitantes contatou os serviços de emergência. Tanto os bombeiros de Londres como o serviço de ambulâncias esteve no local, mas não foi necessária nenhuma intervenção”, acrescentaram.

O London Eye foi reaberto no domingo de manhã.