Dois estudiosos da vida animal estavam a observar lobos selvagens na região de Jutland, na Dinamarca, quando foram surpreendidos pelo disparo de um homem sobre uma loba selvagem, a única daquela país, escreve o jornal britânico The Guardian

As imagens do momento, que ocorreu na semana passada, estão a correr a Internet e a provocar uma onda de revolta generalizada. 

No vídeo é possível ver o animal a ser baleado por alguém que dispara de um carro estacionado a alguns metros de distância, deixando o animal - que estava apenas a passar, - caído no chão. 

Guillaume Chapron, professor associado da Universidade Sueca de Ciências Agrícolas considera que o assassinato é "completamente inaceitável", uma vez que o animal não apresentava nenhum sinal de comportamento agressivo.

A partir da gravação, é possível constatar que não havia absolutamente nenhuma ameaça para os seres humanos, nem havia qualquer indício de que este animal pudesse vir a tornar-se numa ameaça", referiu o professor ao The Guardian. 

O atirador foi identificado como um residente local de 66 anos, que nega ter disparado sobre a loba. No entanto, as autoridades vão prosseguir as investigações, que irão determinar se o suspeito é culpado ou inocente. 

Ele nega ter matado o lobo e não quer dar à polícia mais informações sobre o caso. Mas nós apreendemos o carro dele e várias armas de caça que estavam dentro da sua residência", disse um porta-voz da polícia ao The Guardian

Os resultados dos testes forenses ao local do tiroteio e ao carro e casa do suspeito serão conhecidos nas próximas semanas. 

 

O corpo do animal foi levado para o Instituto Veterinário da Universidade Técnica Dinamarquesa (DTU), local onde está a ser analisado.