O Executivo de Macau vai negociar com o Governo Central para que seja imposto um limite ao número de turistas que vêm da China, afirmou esta quinta-feira o secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, Alexis Tam.

À margem das festividades do Ano da Cabra, que começa esta quinta-feira, o governante explicou que o número elevado de turistas, a grande maioria da China, já está a causar dificuldades à população e que é tempo de impor um limite ao fluxo de pessoas - uma medida muitas vezes sugerida mas, até agora, rejeitada pelo executivo.