Dois jovens presentes no debate em Liège, no leste da Bélgica, lançaram ovos contra Durão Barroso em protesto contra as políticas europeias.

No entanto, o presidente da Comissão Europeia escapou ileso da agressão e os jovens foram expulsos da sala.

Antes do ataques os mesmos jovens tinham usado da palavra para criticarem as medidas de austeridade da União Europeia e afirmarem que as quintas europeias perdem dinheiro por cada ovo que vendem devido às políticas de Bruxelas.

Os jovens criticaram ainda as políticas europeias para a imigração e responsabilizaram Durão Barroso pelas mortes ao largo da ilha de Lampedusa.