Na Grécia foi detido o dirigente do partido de extrema-direita, Aurora Dourada.

Nikos Michalos-liakos foi preso, na sexta-feira à noite, em Atenas, pela polícia antiterrorista, acusado de pertencer a uma organização criminosa.

Além do líder do partido, foi detido o porta-voz da organização e há mandados de detenção para mais cinco deputados.

O Aurora Dourada tem estado sob forte contestação, depois de um rapper de esquerda, de 34 anos, ter sido assassinado, há duas semanas, por um neonazi com ligações ao partido.

Nas últimas eleições, este partido de extrema-direita conseguiu eleger 18 deputados que, face aos recentes acontecimentos, ameaçam demitirem-se.