O surto do vírus Ébola que atinge a Guiné Conacri já fez 84 vítimas mortais, informou hoje a organização Médicos Sem Fronteiras (MSF), no mesmo dia em que as autoridades da Libéria admitem um possível novo foco da doença.

«Até ao momento, as autoridades sanitárias da Guiné Conacri informaram da existência de 134 casos suspeitos [registados desde janeiro] e 84 mortes», indicou a organização humanitária num comunicado emitido a partir da capital, Conacri.

Os casos foram detetados essencialmente nos distritos da região sul do país, perto da fronteira com a Libéria.