Dezassete doentes com Ébola que fugiram de um centro de isolamento em Monróvia, quando este foi atacado, no fim de semana, foram encontrados, afirmou hoje o ministro de Informação liberiano, Lewis Brown.

«Os 17 pacientes que fugiram do centro para doentes de Ébola foram todos encontrados. Dirigiram-se a pé, por eles próprios, para o hospital JFK», o principal estabelecimento do país, declarou o governante à agência France Presse.

Na noite de sábado, homens armados com bastões e facas atacaram e pilharam o centro de isolamento na capital da Libéria, levando à fuga dos 17 doentes internados.