Sete soldados libaneses detidos por rebeldes na região de Arsal na fronteira com a Síria foram libertados esta quarta-feira depois de um acordo de trégua, revelou a agência noticiosa nacional libanesa.

De acordo com a NNA os sete soldados foram libertados numa operação do exército embora não haja confirmação oficial da ação.

A libertação surge depois de uma delegação de clérigos sunitas ter negociado um acordo segundo o qual os rebeldes que lutam contra o exército na região iriam retirar e libertar prisioneiros, situação que o negociador chefe, Sheikh Hossam al-Ghali, já disse ter começado na noite de quarta-feira.