O chefe do Executivo de Hong Kong, Leung Chun-ying, pediu esta terça-feira desculpas pelo comentário em que sugeriu que uma eleição aberta a todos não seria permitida porque levaria a que as políticas fossem definidas para agradar aos pobres.

CY Leung disse ainda que os setores do desporto e da religião não contribuíam para a economia da cidade.

«Percebo agora que devia ter sido mais claro nalguns pontos. Peço desculpas por ter causado mal-entendidos e preocupações entre as camadas de base, no setor religioso e no setor desportivo», disse o líder do Governo antes de uma reunião com o Conselho Executivo, citado pelo South China Morning Post.