Uma manifestante, de entre as centenas que se reuniram no sábado, a protestar contra a morte de cidadãos negros pelas alegadamente pelas autoridades, enfrentou a polícia de choque, depois de ter convocado a manifestação "Black Live Matters" ("A vida dos negros importa"). Leisha Evans, acabou detida pelas autoridades, mas as imagens circulam livres pelo mundo. 

As imagens que mostram a atitude da jovem estão a ser vistas como um ato de coragem, nas redes sociais. Leisha Evans permaneceu firme no meio da rua, com as pernas afastadas e o queixo levantado, fazendo frente às autoridades, que formavam um cordão humano.

Centenas de pessoas manifestaram-se em frente à polícia de Baton Rouge, no estado do Lusiana, onde recentemente foram registadas em vídeo duas mortes de homens afro-americanos às mãos das autoridades.

Leisha já reagiu à situação na página do Facebook, agradecendo aos seguidores o apoio que recebeu.

De imediato, os seguidores reagiram à publicação através da hashtag #LeshiaEvans. “Coragem admirável”, “orgulho”, “inspiração"; foram alguns dos adjetivos que os internautas adotaram para descrever a ativista. 

Leshia agradeceu também por estar viva e segura, bem como o facto de não haver vítimas.