Dezasseis polícias ficaram feridos, um dos quais com gravidade, e 26 civis foram detidos durante uma manifestação que juntou milhares de pessoas no centro histórico de Lima, em contestação à lei laboral juvenil aprovada em dezembro pelo governo peruano.

O ministro do Interior, Daniel Urresti, disse aos jornalistas que os polícias intervieram esta noite no centro histórico de Lima foram depois de terem sido atacados com paus e pedras.

Urresti acrescentou que na manifestação participaram cerca de 3.500 pessoas, muitas delas ligadas a centrais sindicais, e que a polícia deteve cerca de 20 manifestantes.