O vulcão da ilha do Fogo, em Cabo Verde, entrou na madrugada deste domingo em erupção, atingindo o nível 3 numa escala de 5, e obrigando a um plano de evacuação em vários pontos da ilha.

Até ao momento não foram reportados feridos, no entanto a lava está a sair por dois pontos, um dos quais próximo da estrada de Chã das Caldeiras, na vertente sul, onde já se encontra interdita a passagem, forçando a utilizar principalmente os percursos a Norte, em direção a Mosteiros.

Bruno Faria, do Instituto de Meteorologia e Geofísica no Mindelo, adiantou à Inforpress que a necessidade de retirar os habitantes de Chã das Caldeira prende-se pelo «risco de uma erupção a Norte».

Segundo avança a Rádio Cabo Verde, a Proteção Civil já se encontra junto desta povoação, composta por cerca de mil pessoas, de modo a deixarem o local com segurança.

Também em declarações à Inforpress, o presidente do Serviço Nacional de Proteção Civil e Bombeiros, avançou que a ordem de retirada da população, vem na sequência do que foi debatido junto do presidente da Câmara Municipal de Santa Catarina do Fogo e o Comando Regional da Polícia Nacional, salvaguardando que a erupção vulcânica não apanha ninguém de surpresa.

De acordo com o que a RCV apurou junto dos geofísicos locais, esta erupção terá dimensões semelhantes à de 1951, mais grave que a registada 4 anos mais tarde.