Um lar de idosos em Helsínquia, na Finlândia, tomou a iniciativa de convidar jovens a viverem, nos estúdios que compõem o edifício, por uma renda barata. Em troca, os jovens devem passar algumas horas por semana com os idosos.

Um estúdio com cozinha, casa de banho e varanda por 250 euros por mês é um “achado” numa cidade em que um estúdio tem, em média, uma renda de 600 euros, principalmente se ficar perto de uma universidade. Essa pode ter sido a razão que levou a um número tão elevado de candidaturas. Segundo o responsável pelo projeto, em declarações a um media finlandês citado pela BBC, o lar recebeu mais de 60 candidatura em apenas uma semana, quando só tinha três estúdios para arrendar.
 
 

Kiinnostaako oma yksiö palvelutalossa? Haluatko Sinä olla mukana ainutlaatuisessa jutussa, päästä asumaan näppärään...

Publicado por Oman muotoinen koti em  Quinta-feira, 19 de Novembro de 2015
Com esta iniciativa, junta-se o útil ao agradável. De um lado, a necessidade dos idosos socializarem com gerações mais novas e, de outro, o problema da falta de alojamento a preços acessíveis para os mais novos na capital da Finlândia. Este duplo objetivo condicionou as candidaturas, aceitando apenas propostas de pessoas até aos 25 anos, para infelicidade de alguns, demasiado velhos para um lar de idosos.