A marca de lingerie de luxo La Perla encontra-se desde segunda-feira no centro de uma polémica. A controvérsia começou quando um nova-iorquino postou no Twitter uma fotografia de uma manequim, na montra da loja La Perla, no bairro do Soho, em Nova Iorque, com os ossos visíveis.

«Como é que # LaPerla pensa que costelas visíveis num manequim são ok?! @ SethMatlins», twittou Michael Rudoy, co-fundador da Feel More Better, uma organização que luta pela verdade na publicidade.





De acordo com o «The Telegraph», a fotografia foi rapidamente retweetada por vários utilizadores da rede social, que também se mostraram indignados, mas La Perla foi rápida a responder. A marca de roupa interior fez saber que o manequim, e todos os outros do mesmo género, foram removidos.

«O manequim fotografado foi retirado da loja e não será usado outra vez em qualquer loja La Perla. Estamos a repensar todas as lojas La Perla de acordo com um novo conceito e os manequins que atualmente são utilizados nas nossas lojas dos EUA vão deixar de ser usados», afirmou no Twitter um porta-voz da marca.

«Nós apreciamos e valorizamos todos os comentários, obrigado por nos chamarem a atenção», acrescentou o mesmo porta-voz.