Uma manifestação de crianças, na Bolívia, acabou em confrontos entre os pequenos manifestantes e a polícia. As autoridades recorrem ao uso de gás lacrimogéneo para afastar os cerca de 150 menores, que queriam invadir uma praça junto à Assembleia Nacional, em La Paz, a capital.

Os menores estão contra uma nova lei que fixa nos 14 anos a idade mínima para trabalhar. As crianças exigem uma alteração na lei que permita o trabalho voluntário, mas o pedido já foi negado pelos legisladores.

As imagens são violentas e podem ferir a sensibilidade de alguns espectadores. Algumas crianças desmaiaram junto à barricada, entre gritos e palavras de ordem que exigiam o direito ao trabalho.