O bombista suicida que levou a cabo o ataque terrorista a uma mesquita xiita do Koweit e que fez 26 mortos e mais de 200 feridos é um cidadão saudita, revelou o ministro do interior.

Num comunicado divulgado pela agência de notícias oficial KUNA, o ministro identificou o suicida como sendo Fahd Suleiman Abdulmohsen al-Qaba'a.

O ataque de sexta-feira, que matou 26 pessoas e feriu 227, foi reivindicado pelo grupo Estado Islâmico.

A polícia do Koweit deteve entretanto o motorista que conduziu este homem e o dono da casa onde o motorista estava escondido.

Segundo o ministério, citado pela agência oficial KUNA, o proprietário da casa, nacional do Kuwait, promovia uma “ideologia fundamentalista”.

O motorista foi referido como um “residente ilegal”, mascido em 1989, com o nome de Abdulrahman Sabah Eidan Saud.