Os Estados Unidos da América repatriaram para a China uma mulher suspeita de corrupção, dias após terem extraditado um dos cem homens mais procurados por Pequim, informa hoje a agência oficial chinesa de notícias Xinhua.

Trata-se de Kuang Wanfang, que fugiu para os EUA em 2001 e é acusada por Pequim de corrupção, diz a Xinhua, frisando que a detenção só foi possível "devido à cooperação entre as autoridades dos dois países".

Na passada semana, os EUA entregaram pela primeira vez a Pequim um suspeito de crimes económicos: Yang Yinjun, reclamado há 14 anos e parte de uma lista com os fugitivos mais procurados, elaborada pela comissão de disciplina do Partido Comunista da China.

O Presidente chinês, Xi Jinping, está nos EUA, em visita oficial, tendo previsto um encontro com o seu homólogo norte-americano, Barack Obama, na sexta-feira.

A China não tem acordo de extradição com os EUA.