Os serviços de informações de Seul asseguraram hoje que o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, enviou o “número três” do regime, Choe Ryong-hae, para um programa de reeducação na principal universidade do país.

Choe Ryong-hae, membro do politburo do Partido dos Trabalhadores, vai estar a frequentar a Universidade Kim Il-sung, segundo indicou um funcionário do Serviço Nacional de Inteligência (NIS) à agência Yonhap.

A Universidade Kim Il-sung, assim designada em honra do avô do líder e fundador do país, é a instituição de ensino mais prestigiada do hermético país e é nela que se formam as elites do partido único.

A mesma fonte não facultou mais detalhes sobre o suposto envio de Choe para o programa de reeducação, que pode ser visto como um castigo leve do líder a um dos principais colaboradores.

Os especialistas na Coreia do Sul acreditam que o até agora influente “número três” poderá estar afastado da vida pública durante meses ou mesmo anos caso essa informação seja verdadeira.