O líder norte-coreano, Kim Jong-un, disse que irá encerrar em maio o centro de testes nucleares do seu país, anunciou este domingo um porta-voz da presidência da Coreia do Sul.

Segundo Seul, o compromisso de Kim Jong-un foi feito durante a cimeira de sexta-feira entre o líder da Coreia do Norte e o seu homólogo do Sul, Moon Jae-in, junto à linha que demarca os dois países no paralelo 38.

Kim disse na cimeira (…) que procederá ao encerramento do local de testes nucleares em maio”, referiu o porta-voz sul-coreano, citado pela France Press.

Segundo esta agência, Pyongyang vai convidar peritos dos Estados Unidos e da Coreia do Sul para verificar o encerramento do centro de testes, de modo a “revelar o processo à comunidade internacional de modo transparente”

A agência noticiosa Associated Press refere por seu lado que Kim Jong-un afirmou que Trump irá perceber que ele “não é pessoa” para apontar mísseis contra os Estados Unidos

A mesma agência refere que a Coreia do Norte planeia ainda reajustar os seus relógios com os da Coreia do Sul.

Em 2015, a Coreia do Norte criou o seu “tempo de Pyongyang”, adiantando os seus relógios 30 minutos em relação a Seul.