A imprensa oficial norte-coreana classificou como uma “provocação” o envio de dois bombardeiros norte-americanos para a península coreana para fazer exercícios e advertiu que estas manobras “podem causar uma guerra nuclear”.

Pyongyang reagiu assim ao envio no sábado de dois bombardeiros estratégicos B-1B dos Estados Unidos.

Os aviões levaram a cabo simulacros de ataques de precisão no território sul-coreano em conjunto com caças deste país, num sinal de advertência ao regime norte-coreano pelo seu teste com um míssil balístico intercontinental.

Os Estados Unidos afirmam que vão enviar de forma regular bombardeiros estratégicos para a península da Coreia, um ato tão disparatado como voltar a atear fogo em cima de um depósito de munições”, escreve este domingo, num artigo de opinião, o Rodong Sinmun, o principal jornal norte-coreano.