A União Europeia (UE) suspendeu os trabalhos com vista ao acordo de associação com a Ucrânia, por causa da falta de um compromisso claro do Presidente Viktor Ianukovitch em assinar o documento, que rejeitou no mês passado.

Bruxelas anunciou à Ucrânia que a continuação das negociações dependia de um «compromisso claro para uma assinatura, mas não obteve qualquer resposta», declarou o comissário europeu para o Alargamento, Stefan Fuele numa mensagem no Twitter.

O vacilar do Presidente em assinar o acordo com a UE, em detrimento de uma aproximação à Rússia, tem vindo a originar manifestações de protesto na capital, Kiev, com milhares de opositores e apoiantes da decisão.