Um dos líderes da oposição na Ucrânia afirmou esta quinta-feira que ainda não se alcançou um acordo para a saída da crise no país, apesar de algumas cedências feitas pelo presidente Viktor Ianoukovitch.

Fonte da comitiva do chefe da diplomacia francesa citada pela agência France Presse confirmou também que ainda não se chegou a um acordo político e que os três ministros da União Europeia que estão em Kiev pretendem um encontro com o chefe de Estado ucraniano.

No final de uma reunião com os ministros francês, alemão e polaco, o líder da oposição Vitali Klitschko afirmou aos jornalistas que até àquele momento não havia qualquer acordo.