Um grupo de jornalistas e ativistas da Ucrânia criou a página internet intitulada «Ianukovich leaks», para divulgar milhares de documentos que pertenceram ao presidente Viktor Ianukovich e que este deixou para trás ao fugir de Kiev.

Na página, em ucraniano e em inglês, os jornalistas explicam que os documentos, cerca de 200 pastas com milhares de páginas, foram recuperados por mergulhadores voluntários do lago da residência de Ianukovich de Mezhigorie, perto de Kiev, no sábado.

«Tinham sido atirados ao lago para os destruir quando fugiam da residência», lê-se na página.