Um homem armado e encapuzado barricou-se numa estação de correios na cidade ucraniana de Kharkiv, no leste do país, perto de uma estação de metro. Dizia estar armado e ter explosivos. Fez onze reféns, nove adultos e duas crianças, segundo referiu a agência noticiosa russa Interfax.

De acordo com o presidente ucraniano, Petro Poroshenko, citado pela revista Sputnik, já foram libertados todos os reféns e o homem foi detido. 

De acordo com os meios de comunicação social, o alerta foi dado pelo marido de uma das funcionárias do posto de correios. De acordo com o alerta inicial, um homem mascarado terá tentado roubar o posto de correios. 

O trânsito na zona esteve condicionado na zona, que foi cercada pela polícia.

Segundo o chefe da polícia, Oleh Bekh, o homem estaria preocupado com a recente troca de prisioneiros entre as autoridades ucranianas e os separatistas pró-russos do Cáucaso, pensando que mais prisioneiros teriam sido libertados.