Depois de muita indignação e vários protestos nas redes sociais, o Facebook eliminou as fotografias da norte-americana Kendall Jones, que mostravam a jovem de 19 anos a exibir animais africanos mortos como troféus de caça.

A rede social afirmou que as imagens violavam os seus princípios. Em comunicado, o Facebook afirma que remove os conteúdos «que promovem a caça ilegal de espécies em vias de extinção, a venda de animais para lutas organizadas ou conteúdos que incluam atos de abuso extremo sobre animais».

No entanto, Kendall partilhou a montagem de algumas das fotografias apagadas, que foi publicada na página de Facebook do canal «Fox News Channel». O porta-voz da rede social recusou explicar por que é que esta montagem é permitida.

As fotografias da «cheerleader» do Texas geraram muita polémica e chegaram mesmo a mover uma petição com mais de 40 mil assinaturas que pedia a remoção das imagens. Kendall, no entanto, insistia na sua página do Facebook que as suas caças eram legais.