«Se receberam esta carta significa que ainda estou presa, mas que os meus colegas foram libertados. Pedi-lhes para entrarem em contato convosco», começa por escrever Muller.


«Mostraram-me a escuridão e a luz e aprendi que, mesmo na prisão, posso ser livre. Estou grata. Todas as situações têm um lado bom, só temos de procurar por ele.»


«Saibam que estou num sítio seguro, ilesa e saudável. Tenho sido tratada com respeito e bondade.»


«Tenho saudades vossas, como se estivéssemos separados há uma década.»


«Não quero que as negociações para a minha libertação sejam um dever vosso. Isto nunca deveria ser um fardo para vocês.»



a parte de mim que dói mais é a que me tira da cama, sem a tua esperança não restaria mais nada». A jovem acabou a carta com uma mensagem de esperança e de força: «

confirmou esta terça-feira a morte a jovem