A justiça do Peru anunciou esta sexta-feira a abertura de um inquérito por branqueamento de dinheiro contra a primeira-dama e presidente do Partido Nacionalista, no poder, Nadine Heredia.

O inquérito insere-se numa investigação mais vasta à origem dos fundos que financiaram a campanha eleitoral do marido, o Presidente peruano, Ollanta Humala.

O procurador German Juarez, na origem do inquérito, pediu uma análise grafológica a Heredia para determinar se foi ela que validou fundos ilícitos entre 2006 e 2011.