A vigilância policial do fundador do portal WikiLeaks Julian Assange, refugiado há dois anos na embaixada do Equador em Londres, custa cerca de 11 mil euros por dia ao contribuinte britânico, segundo dados da polícia britânica, divulgados nesta quinta-feira.

Entre 19 de junho de 2012, dia em que Assange pediu asilo político na embaixada do Equador na capital britânica, e maio último, a vigilância do jornalista e ciberativista australiano custou 6,4 milhões de libras (cerca de oito milhões de euros), indicaram os mesmos dados da Scotland Yard, citados pela agência noticiosa francesa AFP.

O valor engloba os salários dos polícias, incluindo o pagamento de horas extras, mas também veículos, instalações e equipamentos informáticos.