Djokhar, que se encontra preso, já tinha culpado o irmão morto pelo ataque













testemunhos emocionados de alguns sobreviventes