Dois jovens de 16 anos foram detidos, na segunda-feira, na cidade de Mossley, no norte da Inglaterra, por alegado envolvimento em delitos relacionados com terrorismo, anunciou a polícia da área metropolitana de Manchester.

Os jovens foram detidos pela Unidade Antiterrorista do Noroeste do país (NWCTU, sigla em inglês) por suspeita de crimes de «comissão, preparação e instigação de atividades terroristas».

«Agentes da NWCTU estão a revistar duas casas em Mossley, em Tameside, uma busca que irá durar por algum tempo», disse um porta-voz da unidade antiterrorista, citado pela agência espanhola Efe.

A superintendente-chefe da polícia metropolitana de Manchester, Caroline Bell, disse que as detenções «causaram alguma ansiedade» entre os moradores da zona, que foram tranquilizados pela polícia.

«Queremos deixar claro que esta investigação não está relacionada com nenhum ataque terrorista internacional. Não foram encontradas quaisquer provas que demonstrem que a comunidade de Mossley está em perigo», sublinhou Caroline Bell.

Nos últimos dias têm ocorrido no Reino Unido várias detenções relacionadas com atividades terroristas, numa altura em que o país mantém no nível de «alerta severo» imposto no passado verão, o quarto mais alto numa escala de cinco e que indica «alta probabilidade» de atentados.