O arcebispo polaco Josef Wesolowski, um antigo prelado que deveria ser o primeiro julgado por abuso sexual de menores pelo Vaticano, morreu na noite de quinta para sexta-feira, revelou à AFP uma fonte da Santa Sé.

"Nas primeiras horas desta manhã, Josef Wesolowski foi encontrado morto na rua residência no Vaticano. As autoridades do Vaticano atuaram de imediato para as primeiras verificações, que indicaram que a morte foi provocada por causas naturais".

Com 67 anos, o antigo núncio apostólico na República Dominicana sofria de problemas de saúde, cuja natureza não foi revelada, tendo sido hospitalizado em julho passado, na véspera da abertura do seu processo pelo Vaticano.

Em comunicado, a Santa Sé revela que o "Papa Francisco foi informado de tudo" e que o corpo do arcebispo polaco vai ser autopsiado e as causas divulgadas publicamente.