José Salvador Alvarenga, de 37 anos de idade, esteve 13 meses perdido no mar e foi encontrado na semana passada, junto às Ilhas Marshall. Estava previsto que sexta-feira Alvarenga pudesse regressar a El Salvador, seu país natal, ou ao México, onde reside, mas a viagem foi adiada por ordem médica, avança a AFP.

Os médicos, do Hospital de Majuro, que o estão a acompanhar desde que foi resgatado alegam de o pescador ainda está muito desidratado e que precisa de mais tempo para recuperar. A informação foi avançada por Christian Clay Mendoza, que trabalha da embaixada do México, em Manila, e tem sido porta-voz do náufrago. «Talvez dentro de três a quatro dias», concluiu.

Durante uma breve conferência de imprensa, José Salvador Alvarenga, agradeceu ao governo das Ilhas Marshall por tudo o que tem feito» por ele e, também, «aos amigos que o têm apoiado». Sem direito a perguntas por parte dos jornalistas, o pescador fez apenas uma pequena declaração, antes de ser levado para «mais exames médicos».