A sala de imprensa da Casa Branca foi evacuada esta terça-feira após uma ameaça de bomba, noticia a AP que cita fontes dos Serviços Secretos.

Os jornalistas foram retirados da sala e um cão pisteiro dos Serviços Secretos enviado para o local, enquanto foi estabelecido um cordão de segurança no local.

A conferência de imprensa com o secretário Josh Earnest, que estava a ser transmitida na televisão, foi interrompida pouco depois das 14:00 (hora local) e os jornalistas só puderam regressar à sala 20 minutos depois do alarme e de os agentes dos Serviços Secretos declararem que a área estava segura.

Quinze minutos depois da evacuação da sala, Earnest escreveu no Twitter que a conferência seria retomada em breve.
 
Em comunicado, o porta-voz dos Serviços Secretos, Brian Leary, afirmou que "foi recebida, no Departamento de Polícia Metropolitana, uma chamada de ameaça de bomba relativa à sala de imprensa da Casa Branca" e por precaução, a mesma foi evacuada sem afetar outras secções do edifício.

Apesar de várias salas da Casa Branca já terem sido evacuadas antes, esta é a primeira vez que o incidente é televisionado. Vários canais de televisão têm câmaras instaladas permanentemente na sala de imprensa que, segundo os jornalistas, após o alarme foram apontadas para o teto para que a sala não fosse filmada.