O jornalista espanhol do El Mundo Javier Espinosa e o fotógrafo freelancer Ricardo García Vilanova, raptados na Síria a 16 de setembro do ano passado por um grupo armado ligado à Al-Qaeda, foram libertados, revelou o El Mundo.

«Às 21:27 (20:27 em Lisboa), o correspondente veterano do El Mundo no Médio Oriente, Javier Espinosa, ligou para o jornal a dizer que tinham sido libertados e entregues ao exército turco», noticiou o El Mundo na sua página online.