O jornal alemão da cidade de Hamburgo, Hamburger Morgenpost. que reproduziu caricaturas do profeta Maomé do jornal francês Charlie Hebdo foi alvo de um incêndio criminoso na manhã deste domingo, revelou a polícia.

O ataque perpetrado por desconhecidos não provocou feridos, acrescentaram as autoridades.

«Foram atiradas pedras e, de seguida, objetos incendiários às janelas do jornal», disse um porta-voz da polícia citado pela agência AFP.

O mesmo porta-voz salientou que o fogo foi rapidamente extinto.