O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, afirmou este sábado, durante uma conversa com o ministro Sergei Lavrov, que os investigadores devem ter acesso total ao local do acidente com o avião da Malaysia Airlines, avança a Reuters.

Kerry disse a Lavrov que os EUA estão «muito preocupados» com os depoimentos que dão conta que os rebeldes têm pilhado os pertences das vítimas e profanado e roubado os corpos.



O secretário norte-americano afirmou também que estão preocupados com a proibição de «acesso apropriado» ao local para os monitores da Organização de Segurança e Cooperação na Europa e aos investigadores internacionais.