Os organizadores dos Jogos Olímpicos de inverno deste ano, em PyeongChang, na Coreia do Sul, vão distribuir um total de 110 mil preservativos pelos 2925 atletas, número que resulta em 37 por pessoa. O evento começa na próxima sexta-feira, mas os preparativos na aldeia olímpica, que vai receber os participantes, já começaram.

De acordo com a publicação local Korea Biomedical Review, a mesma marca produtora de preservativos no país é a responsável pela distribuição da maior parte deles no Olímpicos. Este ano, vai ser doado o maior número de sempre, como explicam os organizadores do evento.

Vamos distribuir os preservativos de boa vontade e acreditamos que a marca mais representativa na Coreia deve doar a este evento”, declarou aos meios locais o porta-voz da marca.

Vão ser mais de 10 mil preservativos relativamente ao número dos últimos Jogos de inverno, na Rússia. Agora, vão participar apenas mais 100 atletas do que nesse ano.

Mas não são só os atletas – também os membros da comunicação social e do público vão ter acesso a meios contracetivos de forma gratuita.

O que acontece na aldeia olímpica fica na aldeia olímpica”, declarou à CNN, em 2012, a antiga nadadora Dara Torres.

A distribuição de preservativos nos Jogos Olímpicos começou em 1988, a primeira vez em que o mesmo foi feito de forma pública, para tentar reduzir a propagação do VIH.

Já em 1994, os organizadores do evento distribuíram preservativos pelos atletas, meios de comunicação social e celebridades, como parte de uma campanha de consciencialização para a Sida.

Em 2000, nos Olímpicos de verão, foram dados 90 mil preservativos aos atletas.

Passados 10 anos, nos Jogos de 2010, o Centro Britânico para o Controlo da Doença distribuiu por volta de 100 mil preservativos para atletas e oficiais.

No evento mais recente, no verão de 2016, foram dados 450 mil preservativos para os atletas, mas o número de participantes era superior. 

Os participantes vão ficar alojados na aldeia dos atletas, a maior de todas até agora na história dos Jogos Olímpicos. Aqui, vão poder ter acesso a algumas das comodidades que os vão fazer sentir um pouco mais em casa, que podem ir desde os serviços de correios, até a floristas.

As atividades à sua disposição para ocupar o tempo são também variadas, contando com um centro de fitness, refeições todos os dias e durante o dia inteiro e centros de media e tecnologia.

Os Jogos Olímpicos deste ano começam a 9 de fevereiro e prolongar-se-ão por 17 dias. PeyongChang vai receber 2925 atletas, de 92 países diferentes, a competir por 306 medalhas em 15 eventos desportivos.