Um jornalista brasileiro foi morto a tiro na cidade de Santo António do Descoberto, no estado de Goiás, revelou na segunda-feira a Federação Nacional e Jornalistas do Brasil.

A organização lamentou "o brutal assassinato do jornalista" João Miranda do Carmo, editor de um portal na internet em que denunciou casos de corrupção entre políticos locais.

A Federação Nacional de Jornalistas pediu às autoridades, num comunicado, que cumpram com "o seu dever" de esclarecer as circunstâncias da morte de João Miranda do Carmo "e castiguem" os responsáveis.

João Miranda do Carmo, de 54 anos, já tinha apresentado queixas na polícia por causa de ameaças.