Três caças F-16 da força aérea turca bombardearam na madrugada desta sexta-feira várias posições do grupo Estado Islâmico em território sírio, depois de um confronto entre o exército turco e os jihadistas na fronteira, anunciou o gabinete do primeiro-ministro turco.

Os aviões turcos atacaram entre as 03:40 e 03:53 locais (01:40 e 01:53 em Lisboa) “dois quartéis e um posto de reunião” dos combatentes do estado islâmico com mísseis, antes de voltarem para a base de Diyarbakir (sudeste), acrescenta o comunicado publicado pelos serviços de Ahmet Davutoglu.

Esta foi a primeira intervenção aérea de Ancara contra a milícia jihadista, refere a agência Efe.


Mega operação da polícia turca em Istambul


 A polícia turca lançou esta madrugada uma vasta operação em Istambul para deter alegados membros do grupo estado islâmico e dos rebeldes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), após uma onda de violência no país..

Apoiada por helicópteros, a polícia realizou rusgas em várias zonas de Istambul, à procura de membros do estado islâmico, do PKK e de outros grupos de milícias.

A agência de notícias Dogan informou que foram feitas rusgas em 140 moradas em 26 distritos de Istambul, numa operação que envolveu 5.000 polícias. O número de detidos, de acordo com a Reuters, é de pelo menos 251 pessoas.